Para Meditar

"Escreva as preocupações de hoje na areia. Grave as vitórias de ontem na pedra".

20/08/2011

Nem tudo é de Deus

Nem toda obra é para você fazer. Nem todo lugar é para você ir. Aprendi isso certo dia. Uma irmã me convidou para ir com ela a um determinado lugar fazer a obra de Deus. A obra era de Deus e para Deus, mas Deus não estava comigo no negócio. O chamado, o convite era humano. E quase que eu fui por achar que, com certeza, era algo da parte do Senhor. Mas, como diz um hino antigo - crente não acha, tem certeza do poder de Deus. Respondi prontamente a irmã que me convidou - Eu vou! E marcamos dia e hora. Tudo acertado. Fiz um jejum em prol daquela causa, me consagrei, tudo certinho, mas na noite anterior, um sonho, ou melhor, uma revelação me impediu de ir aquele lugar. Eu me preparava para sair e vestia várias roupas, mas nenhum me cabia. Aí, eu falava assim: como posso ir Senhor se estou nua? Quando despertei, Deus me deu o discernimento através de duas servas com quem comentei o fato. Elas me disseram: você recebeu muitas vestimentas, mas a roupa espiritual adequada para esta obra não lhe foi entregue. Não vá porque Deus quer te dar livramento. E eu não fui porque se Cristo comigo não vai, eu não vou, mesmo que pareça que é de Deus. É uma experiência pessoal que o Senhor sabe o porquê de compartilhar aqui. Fiquem na paz!

Tribulação + Confiança = PAZ

Um lago tranquilo, uma brisa suave, pássaros cantando, um cenário de PAZ. Que lindo! Que ilusão! A verdadeira paz não é essa produzida pelo entendimento humano falho e mesquinho. A verdadeira paz excede todo o entendimento e é dada por Ele, o Príncipe da Paz! A verdadeira paz não consiste em quietude, silêncio, ausência de conflito. A verdadeira paz se manifesta em meio às tempestades, aos tsunamis da vida. Em meio a um cenário de guerra, desolador e desesperador, a verdadeira paz sobressai e sobrepuja a lógica humana. É na hora da tribulação que a paz que só Cristo dá fala alto ao nosso coração e nos diz: Está tudo bem! Sou eu! Não temas! Descanse! Tudo está sob controle! A verdadeira paz faz o coração descansar em meio à angústia, à fragilidade, à impossibilidade. Essa paz verdadeira o mundo não tem, mas o crente tem. Cristo a dá. Como é maravilhoso desfrutar dessa PAZ!

O Poder da Unidade

Estava assistindo uma pregação na Tv e algo me chamou atenção naquela mensagem. O pregador falava o que nós cristãos já sabemos e que está escrito no Salmo 133 - onde há união, o Senhor ordena a benção e a vida. Ele explanava sobre as astúcias do Diabo para provocar divisão, contenda, desunião no corpo de Cristo que é a Igreja e citou uma experiência pessoal de um pastor em férias no continente africano. Esse servo de Deus estava num safari, num jipe com outros turistas e um guia. Em certo momento, o jipe parou debaixo de uma árvore e quando todos olharam para cima, lá estava um enorme leopardo deitado, olhando para eles. O pastor não se conteve e perguntou ao guia - Porque ele não nos ataca? E o guia responde: Porque estamos em bando. Mas, se algum de nós descer do jipe e ficar isolado, ele ataca. Aí, o pregador aplica para nós e diz: se sairmos da igreja (não do templo) e ficarmos isolados somos presa fácil para o inimigo e é por isso que ele tenta nos dispersar, dividir e isolar para que o ataque seja fatal. Achei isso muito interessante e quis compartilhar aqui. Atenção para as astutas ciladas do Diabo. Ele nos quer isolados, enfraquecidos, desunidos porque sabe melhor do que nós que onde há união, o Senhor ordena a benção. Ele sabe que a igreja unida não pode ser destruída. Vamos nos dar as mãos. Vamos seguir o exemplo da Igreja Primitiva onde todos eram um só coração. Unidos, venceremos na força do Senhor!  

19/08/2011

Ele vai contigo???

Se Cristo comigo vai, eu irei - diz o hino 515 da Harpa Cristã. E nós louvamos de peito aberto e boca cheia, afirmando no louvor que só iremos se ele for. Mas, será que estamos vivendo o que louvamos? Estamos dispostos a colocar à disposição de Cristo nossos projetos, sonhos, metas? Estamos dispostos a receber um NÃO como resposta e aceitá-lo prontamente como louvamos no hino? Neste louvor tão conhecido nas nossas congregações estamos dizendo em alta voz que quando Cristo disser: EU NÃO VOU, eu vou dizer: TAMBÉM NÃO VOU. Assim fez Moisés em certa ocasião. Deus disse que enviaria um anjo com ele, mas este se recusou a ir e disse: só vou se tu fores comigo. Moisés sabia o que significava ir sem Deus. E nós? Estamos cientes disso? Estamos cientes de que precisamos renunciar quando ele disser NÃO VOU? Se ele vai, a vitória é certa ainda que as circunstâncias digam que NÃO. Se ele vai, tem quarto homem na fornalha. Se ele vai, gigante cai. Se ele vai, muralha desaba. Se ele vai, mar se abre. Se ele vai, tem maná no deserto. Se ele vai, leão jejua. Se ele vai, tudo dá certo. Mas, se ele não vai, a fornalha queima, as águas afogam, os leões devoram, o desastre é certo. Tem fornalhas que entramos por conta própria, não foi o Senhor que nos colocou lá. Tenhamos então cuidado para irmos quando ele for. Se Cristo comigo vai, eu irei, mas se Cristo comigo não vai, eu não irei. Não insista em ir quando ele diz - não vou contigo. Davi queria muito erguer o templo do Senhor, mas Deus foi claro - Não estou contigo neste negócio e sim com seu filho Salomão. O Rei submeteu-se à vontade do Pai apesar de ter colocado o seu coração naquele projeto. Ainda que seja dolorido, o NÃO de Deus é benção pra tua vida. Nem tudo que parece ser de Deus é. Cuidado! Busque resposta para tomar decisões e tenha certeza de que Cristo vai contigo.   

Escutar e ouvir

O comentário da amiga Roberta sobre o olhar e a visão de Deus sobre nós me lembrou de algo parecido: o escutar e o ouvir. Quem não é surdo, escuta, mas nem todos que escutam ouvem. Os religiosos de carteirinha escutam porque são perfeitos em audição, mas não ouvem, não dão ouvidos, não consideram, não obedecem a Palavra de Deus. A fé vem pelo OUVIR e o ouvir pela Palavra de Deus. Muitos escutam, mas não ouvem a Palavra. São meros ouvintes, no sentido de escutar, mas não praticam, não escondem a Palavra em seus corações para não pecar contra Deus. Nós que temos o privilégio de escutar precisamos atentar para o que entra pelos ouvidos, deixando que as palavras de vida desçam ao coração e aí façam morada. Não façamos ouvido de mercador, mas ouçamos as instruções do Senhor. Assim como Deus não somente olha, mas vê, assim também ele deseja que seus filhos não somente escutem, mas ouçam. Você faz parte de qual grupo? Dos que apenas escutam ou dos que além de escutar, ouvem?