Para Meditar

"Escreva as preocupações de hoje na areia. Grave as vitórias de ontem na pedra".

01/08/2012

O jumentinho tá preso ... quem vai soltar?

O brilho fascina! Quem não almeja brilhar? Quem não almeja se destacar? Que ser humano não busca fazer algo excelente, estar em evidência? No fundo, sonhamos com isso. O palco, a fama, os aplausos, os holofotes. Os elogios, as honrarias atraem, iludem e corrompem a muitos.  No mundo em que vivemos, essa é a ótica, a percepção das coisas, a meta, o foco. No evangelho não deve ser assim. Tudo tem que ser diferente, oposto, contraditório. No evangelho, quem tem que brilhar, se destacar, aparecer e receber glórias e honras é o Mestre, é JESUS. Os discípulos são coadjuvantes e muitas vezes ficam apenas nos bastidores, preparando a cena para ELE brilhar, resplandecer. Em Lucas 19.30, Jesus enviou-os para uma missão especial. Vejamos o que disse o Mestre: "Vão ao povoado que está adiante e, ao entrarem, encontrarão um jumentinho amarrado, no qual ninguém jamais montou. Desamarrem-no e tragam-no aqui”. Os discípulos foram prontamente realizar aquela tarefa aparentemente insignificante. Prepararam a cena para ELE brilhar. Jesus entrou em Jerusalém triunfante sobre aquele animal e foi aclamado com muitas honrarias. Quem se dispõe, entre os discípulos atuais a desamarrar o jumentinho? Essa é uma missão, aos olhos humanos, sem reconhecimento, não digna de aplausos e elogios, mas aos olhos de Deus é sinal de submissão, obediência e serviço. Fomos chamados para servir, quem aparece é ELE, quem brilha é ELE. Apenas, preparamos a cena. Seja qual for o seu serviço, se não há holofotes ou reconhecimento humano, saiba que o que realmente interessa é que ELE seja manifestado através de você. Esteja pronto para missões especiais como soltar um jumentinho. Quem se dispõe?