Para Meditar

"Escreva as preocupações de hoje na areia. Grave as vitórias de ontem na pedra".

21/05/2011

Enquanto você espera, Deus age.

Vivemos em uma sociedade em que tudo é instantâneo. Ficamos impacientes se leva mais de um minuto para aquecer nosso almoço no microondas, mais do que poucos segundos para abrir uma página na internet. O mundo virtual nos impõe uma velocidade que molda comportamentos e acabamos por nos acostumar com a realização de desejos em (real time) tempo real. Com Deus é diferente, existe um tempo de espera e mais do que isso, um tratamento na espera. Uma coisa que nunca pode ser apressada é o processo necessário para que uma pessoa se torne aquilo que Deus espera. Para Davi, foram 20 anos, fugindo e se escondendo antes que fosse coroado rei. Com ele, aprendemos uma fé paciente e confiante em Deus. Davi soube, trabalhou e lutou para se tornar rei de Israel desde que ele era um adolescente até chegar aos 30 anos de idade. Ele nunca deixou de acreditar no plano que Deus tinha em sua vida. Nós também temos que esperar para ver a vontade de Deus realizada em nossa vida. O Senhor tem um plano para nós, contudo, com freqüência não conseguimos enxergar como ele vai se cumprir. Algumas vezes o caminho à nossa frente se toma escuro e não temos nada além da fé para nos impulsionar para a frente. Quando você se sentir desanimado e começar a duvidar de que Deus está atuando em sua vida, lembre-se de Davi e de sua longa jornada até o trono. Mesmo nas horas mais escuras, vivendo em cavernas e tentando salvar sua vida, Davi estava sob os cuidados de Deus, sob os planos de Deus que não podem ser impedidos nem frustrados. Os seus planos podem fracassar, mas os propósitos do Senhor na tua vida são inabaláveis. Assim como Davi, permaneça confiando e crendo mesmo que seja necessária uma longa espera. Em 20 anos, Deus tratou com Davi para que ele estivesse preparado para o trono. Com você, acontece o mesmo. É o tratamento de Deus para que você receba a benção tão esperada. Enquanto espera, Deixa Deus trabalhar em ti. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário