Para Meditar

"Escreva as preocupações de hoje na areia. Grave as vitórias de ontem na pedra".

02/02/2011

Diga Não a Indiferença!

Esta imagem ilustra a indiferença de muitos "cristãos" no que diz respeito à compaixão pelas almas. Apressado, o abençoado da ilustração nem percebe que uma alma preciosa está a porta da igreja. Preocupado tão somente em saciar-se nem atenta para aquele que precisa do Pão da Vida.
Quantos de nós estamos assim mesmo. Perdemos o foco do evangelho. Queremos apenas encher a barriga espiritual enquanto milhares morrem à míngua. Quanta indiferença!
É triste constatar a insensibilidade de muitos crentes. Assim como o irmão da imagem, muitos de nós não damos a mínima para os que caminham a passos largos para a perdição. Jesus, enquanto ser humano, era sensível, compassivo, amoroso. Estava sempre atento às necessidades humanas.
   Para a viúva que carregava o cadáver do filho único, ele disse: Não chores! Ao saber da enfermidade de Lázaro, ele chorou. Ao ver a multidão sem comida, compadeceu-se de todos e mandou providenciar o alimento. O Jesus que nós servimos nos dá o exemplo a ser seguido por todos aqueles que são chamados cristãos. Estar atento às necessidades e carências humanas é evangelho em ação!
    Peçamos a Deus que nos ajude a amar, não somente de palavras, mas com atitudes.
Vamos dar um basta à indiferença! Vamos fazer aquilo que alguém um dia fez por nós. Alguém, um dia, atentou para nós e nos pregou o evangelho e agora nós temos a mesma oportunidade. Enquanto não aproveitamos as chances de pregar contra a morte, muitos perdem a chance de alcançar a vida.

2 comentários:

  1. Boa noite irmã Cristiane, esta é, infelizmente, uma grande realidade pela qual, nós como igreja, muitas das vezes pecamos. Passei por aqui para ver seu blog e aproveitar para lhe convidar a fazer uma visita no meu: http://pbangelo.blogspot.com

    Temática: "Um Olhar Bíblico-Teológico Sobre Temas Atuais e Polêmicos".

    ResponderExcluir
  2. Realmente, minha irmã, precisamos ser mais sensíveis com o próximo. Que Deus me proteja de um Evangelho "ensimesmado"!!!

    ResponderExcluir