Para Meditar

"Escreva as preocupações de hoje na areia. Grave as vitórias de ontem na pedra".

24/01/2011

O Rei está esperando

Nos tempos da rainha Ester, quem chegasse diante do Rei sem chamamento ou permissão recebia a morte como castigo. Nem todos os servos chegavam à presença do Rei, mas muitos procuravam chegar diante dele porque sabiam que o Rei tinha poder e autoridade para solucionar problemas e suprir necessidades.
Ao entrar nos aposentos reais, o súdito aguardava o sinal do Rei para que pudesse se aproximar e dizer qual era a sua petição. O sinal de permissão, de acesso liberado era o cetro levantado. Hoje, através do sangue de Jesus, cada um de nós que aceitamos a Cristo temos acesso ilimitado à presença do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.
Não existe barreira nem impedimento. Não existe assessor, agenda, nada que nos possa impedir. O acesso é livre a todos que quiserem falar com o Rei. Podemos entrar nos aposentos reais todos os dias e a qualquer hora para colocar diante dele as nossas petições. Com qualquer outra autoridade não é assim.
Podemos entrar de cabeça erguida, com ousadia e inteireza de fé porque Cristo agora o cetro empunha. Quando Jesus foi levantado no madeiro, Deus estava levantando o cetro que dá acesso à presença do Rei Eterno. Existe liberdade, permissão liberada desde que o véu do templo se rasgou.
Mas, embora o acesso seja ilimitado e o cetro esteja levantado, são poucos os que desejam chegar à presença do Rei. Quando o acesso era limitado, muitos buscavam o Rei, mas com o acesso liberado, poucos procuram o Rei. São poucos os que buscam entrar nos aposentos reais.
O Rei está esperando, o Rei está disponível. O Rei é a única autoridade que está à espera de mim e de você. Quem quiser falar com uma autoridade da Terra vai ter que esperar e muito, mas o Criador do Universo está esperando os poucos que o querem buscar em oração.
E ele pergunta: Eu estou esperando para ouvir, atender, resolver e o meu povo o que está esperando para me buscar se a permissão já foi dada a todos? Os poucos que entendem o mistério contido na oração tem liberdade contínua com o Rei, entram na intimidade dele (seus aposentos), conversam com ele e saem regozijados do lugar real.
Deus está dizendo: Eu estou esperando que você entre nos meus aposentos reais. O acesso já foi dado, o cetro foi levantado. Estou pronto para receber, ouvir, resolver. Sou Rei, tenho autoridade, mas poucos são os que buscam chegar à minha presença. Eu estou esperando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário